BIOGRAFIA (Marlon Cabreúva)

Atualizado: 28 de ago. de 2021

Quero apenas compartilhar abertamente, a quem possa interessar, como me libertei de crenças que me deixaram, durante décadas, extremamente angustiado e me faziam me sentir muito culpado e pesaroso comigo mesmo.

NASCIMENTO EM FAMÍLIA EVANGÉLICA EXTREMAMENTE ORTODOXA

Nasci em família evangélica muito rígida (CCB), com dezenas de parentes com cargos na igreja. Dois avôs atendiam a cultos religiosos e ministravam a “Palavra de Deus” a comunidades locais. Duas avós faziam parte da “obra da piedade”, administrando recursos doados para pessoas carentes.

Cresci rodeado de reuniões em casa, orações e presenciando centenas de milagres ao meu redor.

Meu pai evangelizava a muitas pessoas individualmente num trabalho voluntário de formiguinha. Estando perto, eu escutei sermões de evangelização dezenas de vezes, ao mesmo tempo em que ele descrevia em detalhes a perdição e sofrimento final de quem não aceitasse a evangelização. Ele torturava as pessoas psicologicamente ao descrever em detalhes sórdidos o sofrimento do inferno. Talvez a pior vítima do método de evangelização inventado por ele tenha sido eu mesmo.

Paradoxalmente meus pais me colocaram dos 6 aos 10 anos de idade para estudar em uma escola católica muito tradicional em São Paulo (Colégio Agostiniano São José). Lá fui escolhido pela líder espiritual para ser um ajudante em algumas atividades religiosas católicas e meus pais se espantaram quando começar a rezar Ave Maria decorado.

Ver duas religiões extremamente diferentes por dentro e por fora logo cedo, me fez questionar muito as diferentes formas de espiritualidade.

Sendo extremamente religioso, rejeitava qualquer relação íntima temporária que não fosse séria. Conheci apenas duas mulheres intimamente, também muito ligadas a famílias religiosas. Por volta dos 14 anos idade, namorei uma moça e com a família dela frequentei cultos da Igreja Batista e Igreja Nazareno. E minha segunda namorada, católica com a qual me casei em menos de 2 anos de namoro e ainda aceitei o culto religioso católico para regularizá-la.

Me casei aos 22 anos de idade. Os jovens religiosos se casam cedo para terem relações íntimas dentro de sua visão espiritual.

Meu casamento durou 15 anos e culminou em divórcio em 2015.

CONFLITOS INTERNOS, AUTOENGANO ESPIRITUAL E QUESTIONAMENTO DE CONTRADIÇÕES

O grande volume de milagres que eu presenciava se associavam no meu sistema de crenças ao que eu ouvia muito desde criança, do dogma de muitas igrejas católicas segundo as quais “a Bíblia é a perfeita palavra de Deus”, sem erros, nem imperfeições, poia segundo elas Deus é justo, onipresente e onipotente.

Eu tentava aplicar à risca tudo o que me fora ensinado e tudo o que eu lia, mas meu estado emocional não se aquietava. Desejos e culpa geravam tensões emocionais muito fortes.

Congregava em cultos e a palavra continua a falar muito diretamente comigo de forma muito especial. Era impossível ser mera coincidência pelo grau de detalhes como a palavra ministrada lá de longe na frente da igreja me respondia a muito do que eu passava e perguntava.

No ano de 2007 entre em grande conflito com minhas emoções, questionei algo em oração e recebi uma direção muito diferente do convencional através da pessoas que ministrava o culto lá na frente da igreja. Mesmo eu percebendo autenticidade de que aquilo vinha de fora para mim ao receber detalhes da situação pela qual me passava, segui o que me foi orientado e sofri um grande choque em minha vida com um conflito familiar tremendo. lgul

Eu tinha cometido um grande erro baseado não em uma profecia, mas como dizem alguns, eu uma “profetada”, ou seja, algo que me disseram como se fosse uma verdade vinda de Deus, mas era um engano. Depois do grande choque familiar e partindo da crença do tremendo engano que recebi da igreja, comecei a questionar e pesquisar muito sobre as bases espirituais de diversas correntes religiosas.

Passei a frequentar outras igrejas diferentes e a estudar muito as diversas variantes de teologias cristãs, não cristãs. Sem frequentar igrejas não cristãos, eu passei a estudar profundamente vários livros e artigos espíritas, hindus, budistas e até umbandistas e livros ateus, mas nunca realizando os seus ritos e costumes.

Frequentei várias igrejas evangélicas e me firmei em uma Igreja Batista organizada pelo sistema de células. Lá permaneci por bastante tempo, fiz um curso completo que era um curso de teologia simplificado. Me formei e me tornei apto a ser líder de célula. Ministrei a “palavra de Deus” em células domiciliares, mas me senti de certa forma hipócrita em ensinar algo que eu mesmo conhecia mas não estava totalmente crente ou concorde com todas as diretrizes passadas de cima para baixo pela igreja, apenar de todo o respeito e agradecimento que meus líderes mereciam e merecem até hoje.

CONTRADIÇÕES INTERNAS NA BÍBLIA

Finalmente por volta dos 32 anos de idade, dei um grande passo no meu conhecimento. Encontrei um estudo que demonstrava as contradições existentes dentro da própria Bíblia consigo mesma. Aquilo me libertou da crença e da visão da perfeição da Bíblia e meus conflitos psicológicos começaram a ir embora, porque tudo começava a ser reinterpretado por mim dentro de um sistema mais coerente e com bom senso.

Continuei pesquisando outras correntes religiosas, além de realizar mais e mais estudos com minha biblioteca espiritual pessoal com dezenas de livros. O que tinha estudado até então já equivaleria a umas duas faculdades de teologia em sistemas de crenças diferentes.

Quando Jesus amaldiçoou a figueira?

Antes de expulsar os comerciantes do templo. Mc 11:12-17

(versículo 15)

Depois de expulsar os comerciantes do templo. Mt 21:12, 21:17-19

Quando a figueira amaldiçoada morreu?

Morreu imediatamente. Mt 21:19-20

Ela não morreu até a manhã seguinte. Mc 11:13-14, 20-21

Quantas mulheres chegaram ao sepulcro?

Uma. Jo 20:1

Duas. Mt 28:1

Três. Mc 16:1

(quase claro que foram três)

Cinco ou mais. Lc 24:1, 24:10

Quem as mulheres viram na tumba?

Um anjo. Mt 28:2

Um homem jovem. Mc 16:5

Dois homens. Lc 24:4

Dois anjos. Jo 20:12

A tumba estava aberta ou fechada quando as mulheres chegaram?

A tumba estava aberta. Lc 24:2

A tumba estava fechada. Mt 28:2

Os homens ou anjos estavam dentro ou fora da tumba quando as mulheres chegaram?

Fora. Mt 28:2

Dentro. Mc 16:5, Lc 24:3-4, Jo 20:11-12

O galo cantou antes ou depois da negação de Pedro?

Pedro negou Jesus três vezes antes de o galo cantar. Mt 26:70, 26:72, 26:74, Lc 22:57-60, Jo 18:17, 18:25-27

O galo cantou depois da primeira negação de Pedro. Mc 14:67-72

Como Jesus respondeu quando questionado pelo sumo sacerdote?

Ele não respondeu diretamente. Mt 26:63-64

Ele respondeu diretamente dizendo, "Eu o sou". Mc 14:62

A quem Jesus fez o primeiro aparecimento após a sua ressurreição?

Maria Madalena e outra Maria. Mt 28:1, 28:9

Maria Madalena. Mc 16:9, Jo 20:11-14

Cleopas e um outro. Lc 24:13-31

Cefas. I Co 15:4-5

Quantos cegos foram curados perto de Jericó?

Dois. Mt 20:30

Somente um. Mc 10:46, Lc 18:35

Quantos homens foram possuídos por demônios?

Somente um homem foi possuído por demônios. Mc 5:1-2, Lc 8:26-27

Dois homens foram possuídos por demônios. Mt 8:28

A filha de Jairo estava viva quando Jesus chegou?

Ela já estava morta quando Jesus chegou. Mt 9:18

Ela ainda estava viva quando Jesus chegou. Mc 5:22-23, Lc 8:41-42

Quem foram os apóstolos?

Simão (Pedro), André (irmão de Pedro), Tiago (filho de Zebedeu), João (irmão de Tiago), Filipe, Bartolomeu, Tomé, Mateus, Tiago (filho de Alfeu), Lebeu (Tadeu), Simão (Zelote), Judas (Iscariotes). Mt 10:2-4, Mc 3:16-18

Simão (Pedro), André (irmão de Pedro), Tiago, João, Filipe, Bartolomeu, Mateus, Tomé, Tiago (filho de Alfeu) Simão (Zelote), Judas (filho de Tiago), Judas (Iscariotes). Lc 6:14-16, At 1:13

Qual a Idade de Acazias?

  • II Reis 8:26 "Acazias tinha vinte e dois anos quando começou a reinar."

  • II Crônicas 22:2 "Tinha quarenta e dois anos quando começou a reinar [Acazias]."

Quem Foi o Pai de José?

  • Mateus 1:16 "E Jacó gerou a José, marido de Maria, da qual nasceu Jesus."

  • Lucas 3:23 "Ora tinha Jesus cerca de trinta anos ao começar o seu ministério. Era, como se cuidava, filho de José, filho de Heli."14

Os Homens de Saulo Ouviram Uma Voz ou viram alguma coisa?

  • Atos 9:7 "Os seus companheiros de viagem pararam emudecidos, ouvindo a voz, não vendo contudo, ninguém."

  • Atos 22:9 "Os que estavam comigo viram a luz, sem contudo perceber o sentido da voz de quem falava comigo."11

(Para mais detalhes sobre esta contradição, com uma análise de lingüística das palavras gregas, veja "Did Paul's Men Hear A Voice?"? por Dan Barker, publicado no The Skeptical Review 1994#1, o texto é em inglês.)

Quando a transfiguração aconteceu?

Seis dias depois que Jesus predissesse a sua morte. Mt 16:28 - 17:2, Mc 9:1-2

“Quase Oito dias depois” que Jesus predissesse a sua morte. Lc 9:27-28

Quantos Cavalos Tinha Salomão?

  • I Reis 4:26 "Tinha Salomão quarenta mil cavalos em estrebarias para os seus carros."

  • II Crônicas 9:25 "Tinha Salomão quatro mil cavalos em estrebarias para os seus carros."

Mical Teve Filhos?

  • II Samuel 6:23 "E Mical, filha de Saul não teve filhos, até o dia de sua morte." usado o original: “miykhal”

  • II Samuel 21:8 "Mas o rei tomou os dois filhos de Rizpa . . . e os cinco filhos [“da irmã de Mical”, segunda uma tradução em português, que não consta do original/strongs] de Mical [“Merabe”, noutra tradução King James] filha de Saul."10 usado o original: “benêy miykhal”

SE VOCÊ SE OFENDEU COM O QUE POSTEI ACIMA, ME DESCULPE E ESTOU PRONTO A ESCUTAR

Eu mesmo levei as contradições acima a diversos líderes religiosos de comunidades que frequentei e não me deram respostas coerentes.

Sugiro que você leve este artigo ao seu líder espiritual. Se ele permanecer convicto da perfeição da Bíblia, ou não te der outra resposta coerente comprovada, talvez seja o momento de você procurar um outro líder ou outra comunidade mais coerente, como eu fiz.

Estou sempre ávido a encontrar melhores explicações e evoluir sempre, bem como rever os meus próprios fundamentos. Estou aberto a humildemente ouvir os seus argumentos, mas por favor não desperdice o seu e o meu tempo preciosos se você tiver argumentações coerentes. Se eu receber textos ou críticas sem fundamentos, saiba interpretar que o meu silêncio foi a minha melhor resposta contra discussões infindáveis.

NÃO PARE DE LER AGORA SENÃO PODERÁ FICAR ABALADO POR NÃO COLOCAR OUTROS FUNDAMENTOS NO LUGAR DOS SEUS FUNDAMENTOS ANTERIORES

Após descobria as contradições da Bíblia, fiquei confuso por um tempo, mas logo recuperei minha espiritualidade. Afinal presenciei centenas de milagres em minha vida que demonstravam continuar existindo uma realidade extrafísica (ou espiritual) que se conecta com a nossa realidade física (novo princípio fundamental nº 1).

Mas agora eu começava a buscar os outros princípios fundamentais da espiritualidade que eu podia comprovar e qualquer pessoal reproduzir cientificamente.

MINHA VISÃO CIENTÍFICA - CONSCIENCIOLOGIA E O PRINCÍPIO DA DESCRENÇA

Após encontrar contradições em muitas linhas religiosas que pesquisei, encontrei uma linha de estudo chamada CONSCIENCIOLOGIA, após assistir a uma matéria jornalística da TV Globo.

Não confunda CONSCIENCIOLOGIA com “CIENTOLOGIA”.

· “CIENTOLOGIA” é uma religião famosa entre atores de Hollywood, Tom Cruise etc.

· “CONSCIENCIOLOGIA” é o tema de que estou tratando.

Na Conscienciologia não encontrei nenhuma contradição até hoje, após estudá-la por muitos anos.

Não chega a ser considerada uma religião. Para os religiosos ela é muito científica. Para os cientistas, é muito religiosa.

Ela não tem o dogmas da fé como ocorre em muitas correntes religiosas. Parte do princípio oposto: o princípio da descrença que assim se resume, em outras palavras:

“Não acredite em nada o que for ensinado na Conscienciologia.

Tenha você mesmo as suas experiências e forme a sua própria convicção”.

Participei de alguns cursos e encontros e presenciei diversos fenômenos extraordinários ao multo físico natural. Comigo mesmo pessoalmente ocorreram diversos fenômenos individuais extraordinários e me empolguei a pesquisar mais e mais.

Estranho era que aquilo não era uma religião. Não havia cultos ou encontros semanais nem mensais.

Tem linguagem extremamente técnica e de difícil acesso às pessoas em geral. Tinha muitos neologismos (criação de palavras novas) tais como: cosmoética, concin, conciex, parareurbanologia, tenepes dentre centenas de outros novos nomes por ela criados para explicar a relação entre a realidade física com a realidade extrafísica. O termo que mais me chamava a atenção era o de “verpon”, verdade relativa de ponta, ou seja, as verdades relativas obtidas através de pesquisas com metodologia científica que criavam os fundamentos do sistema de conhecimentos criado.

Se fosse dar um resumo muito grosseiro da conscienciologia sob o meu ponto de vista eu diria o seguinte:

* Ela me dava as bases para explicar todos os milagres e fenômenos extraordinários que ocorriam em todas as outras religiões, inexplicáveis para a ciência clássica

* Ela não era uma religião e nem podia ser, porque era muito científica e, assim sendo, não era de fácil acesso às pessoas em geral.

* Seria mais uma nova infraestrutura que permitia compreender as outras crenças religiosas e até mesmo questioná-las ou reformá-las dentro de sistemas mais coerentes.

Noções gerais sobre a Conscienciologia:

· Rede Globo – Globo Repórter com o psicólogo MÁRIO OLIVEIRA, pessoal exemplar que tive o prazer de conhecer pessoalmente em Jundiaí, presenciar fenômenos extraordinários e muito aprender com ele - https://iipc.org/globo-reporter-recursos-cientificos-para-estudar-fenomenos-parapsiquicos · Rede Globo – Documentário Jornalístico sobre o Centro de Estudos Avançados da Conscienciologia - https://iipc.org/artigos/page/5

MINHA TEORIA AVANÇADA

Após cerca de 10 anos questionando minhas bases e pesquisando novos sistemas de crenças, não tendo encontrado nenhuma linha coerente, acabei criando a minha própria teoria multidimensional de conexão de todas as coisas, que está em fase de aperfeiçoamento. E conte comigo para maiores esclarecimentos no que estiver ao meu alcance. Publicarei artigos sobre minha visão avançada em artigos separados deste.

MINHA VISÃO PRÁTICA

Para simplificar às pessoas em geral, eu daria o seguinte resumo do meu sistema de crenças:

1. A DIMENSÃO EXTRAFÍSICA (OU ESPIRITUAL PARA QUEM PREFERE CHAMAR ASSIM) REALMENTE EXISTE. Não acredite cegamente em nada que digo. Prove e teste você mesmo a sua existência.

2. COMPORTAMENTO AUTÊNTICO E LIVRE DE DISCRIMINAÇÕES. Devemos nos portar e comportar socialmente de forma livre e autêntica e estimular que os demais os façam. Jamais com aparências hipócritas de alta santidade ou alta moralidade disfarçada. Esses exemplos impossíveis causam neuroses individuais e sociais, que nossos descendentes nem nós mesmos conseguimos manter em sã consciência. A única discriminação aceitável é a discriminação a fazermos em voz mansa e pacífica contra os discriminadores, como pessoas que ainda não se iluminaram.

3. PROSPERIDADE E CARIDADE SÃO OS DOIS LADOS DA MESMA REALIDADE. Comprove a existência da realidade espiritual, teste e comprove por você mesmo a lei da semeadura, fazendo caridade e observando o que o universo te dá em contrapartida.

4. COSMOÉTICA: A ética do certo ou errado revista sob um ponto de vista superior, universal, multidimensional.

5. FAÇA O BEM às pessoas, NÃO FAÇA MAL ou cause sofrimento a ninguém, nem coloque em risco de mal algum.

6. AME A SI MESMO E ÀS PESSOAS de coração sincero. O amor próprio equilibrado é extremamente importante e o equilíbrio para com as outras pessoas também;

7. PROCURE EVOLUIR e COMPARTILHAR A EVOLUÇÃO pela constante busca da sabedoria teórica e prática.

8. HO’OPONOPONO. O principal bem e caridade que você pode fazer a si mesmo e às pessoas ao seu redor é a prática sincera do HO’ OPONOPONO, principalmente entre pais e filhos. Pouco adianta realizar milhões em doações a pessoas carentes e deixar as pessoas próximas ou que estiveram próximas dilaceradas emocionalmente pelas suas experiências e atritos, por mínimos que pareçam ser. Pratique com as pessoas com quem esteve mais próximo em toda a sua vida e sinta a profunda transformação.


HO’OPONOPONO?

Não conheci a técnica através da Conscienciologia, mas por conhecidos queridos que me apresentaram.

“A técnica ficou famosa após o autor americano Joe Vitale descrever no livro ”Limite Zero” um fato curioso em que o terapeuta dr. Ihaleakala Hew Len curou uma ala hospitalar cheia de criminosos perigosos com problemas mentais sem nunca ter atendido um paciente pessoalmente. Ele só usava a técnica de meditação do ho’oponopono nas fichas médicas que constavam os laudos clínicos de cada um — muitos deles com doenças psíquicas até então incuráveis.” Saiba mais dos fundamentos em "Conheça o poder do Ho’oponopono" de Kim Olivier.

Enquanto muitas religiões rezam que devemos amar ao próximo, eu vejo no Ho'oponopono o meio prático de realizarmos isso com as pessoas.


CONHEÇA NO VÍDEO ABAIXO O HO’OPONOPONO NA PRÁTICA

O GRANDE PODER DE CURA, EVOLUÇÃO E TRANSFORMAÇÃO


O mais interessante é que a técnica pode ser aplicada até mesmo entre grupos sociais, empresas, países, ou seja, em múltiplas dimensões.

Te desejo de todo o coração saúde, paz, sabedoria e merecimento crescente de cada vez mais bençãos que você sequer ainda imagina que existem. E muito ho’oponopo pra você também 😉